Muitas substâncias acarretam nos indivíduos reações alérgicas, chamadas de alérgenos. Porém, identificar qual substância em especial está causando seus sintomas não é tão simples, cabendo ao alergologista/imunologista realizar uma série de exames seguros e eficazes, na pele ou em amostras de sangue, que permita fornecer as informações mais específicas possíveis, para identificar a substância e empregar o tratamento mais adequado em cada caso.

Tais exames podem ser realizados em adultos e crianças de qualquer idade, que apresentem sintomas sugestivos de doença alérgica, que podem ser:

  • Respiratórios: coceira nos olhos, nariz ou garganta; congestão nasal; coriza; lacrimejamento; tosse persistente; chiado no peito; e falta de ar.
  • Cutâneos: urticária; coceira generalizada; dermatite atópica;
  • Outros: anafilaxia (reação alérgica extremamente grave, podendo levar à morte); sintomas abdominais (diarréia, cólicas), principalmente após a ingestão de determinados alimentos; reações a picadas de insetos (além de inchaço e vermelhidão apenas no local).

Uma vez que os alérgenos específicos responsáveis pelos seus sintomas tenham sido identificados, você e seu médico poderão definir qual o melhor plano de tratamento, objetivando controlar ou eliminar seus sintomas. Uma vez obtido o controle de seus sintomas alérgicos, você perceberá uma melhora significativa em sua qualidade de vida, observando uma melhora do sono, com a redução da congestão nasal; diminuição dos espirros e da necessidade de se assoar o nariz; melhora da tolerância ao esforço; e melhora do quadro alérgico cutâneo.