A espirometria, também conhecida como prova ventilatória, é uma técnica que permite medir a capacidade pulmonar de um indivíduo, ao registrar o volume e o fluxo do ar em seus pulmões, tanto em termos de velocidade, como quantidade de ar colocada para dentro e para fora deles. Trata-se de um exame não invasivo e indolor, que se realiza através da colcação de um tubo na boca que é conectado a um aparelho chamado espirômetro.

Por se tratar de um exame cuja interpretação exige conhecimento da mecânica respiratória e de doenças relacionadas ao pulmão, somente médicos pneumologistas certificados pela Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia são autorizados a laudar este exame.

O Centro de Pneumologia e Alergia do Ceará também oferece aos seus pacientes a prova ventilatória completa com broncodilatador, que acrescenta a capacidade vital lenta (CVL) e a ventilação voluntária máxima (VVM) aos chamados testes básicos, agregando a avaliação da coordenação motora, da força muscular e, indiretamente, do aprisionamento de ar.

Neste caso, o paciente deve ser pesado e medido, independentemente de já ter realizado exames anteriores. Da mesma forma, as perguntas referentes ao uso de medicamentos, consumo de cigarros (tempo e quantidade) e sintomas apresentados devem ser refeitas. Sua realização se dá primeiro com o CVL, que ocorre da mesma maneira que na realização da espirometria, porém respirando de forma lenta e sem esforço; depois acontece a VVM, em que o paciente respira o mais rápido e profundamente que puder, por 12 segundos. Após o uso do broncodilatador e uma espera de 15 a 20 minutos, os testes são repetidos.